Cinco dicas fundamentais antes de assinar seus primeiros contratos

0

Desmistificando o que muitos ainda pensam: dinheiro não é o único fator importante ao abrir um negócio. Para manter um bom relacionamento com clientes, fornecedores, parceiros, órgãos públicos como a Receita Federal é necessário oficializar essas relações por meio de contratos.

Para que nada esteja fora do seu controle, ficar atento a algumas particularidades de contratos é, sem dúvida, um grande passo para o microempreendedor. Coisas que parecem simples não precisam ser deixadas de lado para futuramente não causar aquela dor de cabeça.

Veja abaixo 5 dicas:

  1. Cheque os termos fundamentais: prazos, valores (numéricos e escritos), possíveis multas e sanções por descumprimento de termos.
  2. Sempre que houver alguma vírgula ou frase que não for totalmente clara, consulte um advogado ou estude com calma o trecho para não ter dor de cabeça depois;
  3. Monitorar esses contratos é tão necessário quanto assiná-los, visto que ele pode ser flexível e apresentar mudanças. Essa tarefa pode ser facilitada com o auxílio de softwares de gestão.
  4. Atenção especial com anexos fora das cláusulas ex: planilhas, adendos e etc.
  5. Além de softwares, um microempreendedor pode contar com a ajuda do Portal de Assinaturas Certisign e assinar esses contratos digitalmente de onde estiver, com validade jurídica e criptografia dos dados, garantindo o sigilo de toda e qualquer informação.

Veja como é fácil:

Experimente 10 documentos gratuitos agora.

Compartilhe

Deixe seu comentário