A evolução dos cálculos e das calculadoras

0

Existem elementos que são imprescindíveis para o crescimento de uma sociedade, e a matemática é um deles. Essa ciência está presente em todas as situações, seja nas formas dos objetos, nas medidas de comprimento, na escola, em casa, no lazer e nas brincadeiras.

Contudo, realizar cálculos complexos com o auxílio de calculadoras não é tarefa simples como parece à primeira vista. Como essas operações estão relacionadas a financiamentos, transações comerciais de compra e venda, construções, investimentos financeiros, aplicações bancárias, cálculos operatórios básicos, entre outros, exigem especiais cuidados e conhecimentos. Por isso, ao longo da história o homem se empenhou em desenvolver mecanismos que pudessem lhe auxiliar na aplicação desta ciência: a matemática.

O ábaco foi a primeira calculadora da história. Criado pelos chineses no século 6 a.C, esse instrumento dispunha de fios paralelos e arruelas deslizantes, capazes de realizar contas de adição e subtração. Essa invenção revolucionou a matemática, pois acabou sendo o principal mecanismo de cálculo durante os 24 séculos seguintes.

Mas, com o passar dos anos, os instrumentos de cálculos foram evoluindo para facilitar a vida do homem. Em 1642 o matemático francês Blaise Pascal, que era filho de um cobrador de impostos, inventou uma máquina automática de cálculos para agilizar o trabalho do seu pai. Porém sua funcionalidade limitava-se às operações de adição e subtração.

Passados quase 30 anos, em 1671, o filósofo e matemático alemão Gottfried Wilhelm Von Leibniz desenvolveu um mecanismo capaz de realizar as quatro operações, adição, subtração, multiplicação e divisão: a chamada “roda graduada”.

Depois desse advento, somente no Século XX, em 1947, o austríaco Curt Herzstark desenvolveu o projeto da primeira calculadora mecânica, reduzida ao tamanho de um copo. As vendas de suas calculadoras duraram até 1973, quando surgiram as calculadoras eletrônicas.

Atualmente, as funções das calculadoras vão além das operações aritméticas básicas. As calculadoras científicas são capazes de executar funções trigonométricas normais e inversas, além de armazenar dados e instruções em registros de memórias, aproximando-a de computadores menores.

O Excel é outro instrumento de cálculo que faz parte da evolução desse processo. Em uma próxima oportunidade compartilhamos algumas dicas especiais sobre esse software aqui.

Contador utilize novas tecnologias para que seu tempo seja poupado, como o Pontomovel, que habilita tanto o empregador, quanto o funcionário, a ter total controle das suas horas de trabalho contadas de qualquer lugar do Brasil.

Compartilhe

Deixe seu comentário