A importância da segurança da informação para Advogados

0

Hoje, ao passo que as informações são consideradas como patrimônio, as mesmas estão sempre correndo o risco de perda, roubo e vários outros reveses. Você já parou para pensar se o escritório no qual trabalha perdesse todas as informações relativas aos seus clientes, empregados e fornecedores? Sem dúvida, as consequências viriam em forma de prejuízo financeiro ou até mesmo de descontinuidade do negócio.

Quando o assunto é segurança o conceito é amplo. Erros humanos, perda de arquivo, entrada de dados incorreta, backup mal executado, erros de hardware ou software, vírus, falhas na comunicação, entre outros… Sem contar os equívocos humanos e a invasão de hackers.

Na prática, a segurança da informação está diretamente relacionada à proteção das informações de pessoas físicas e jurídicas. São características básicas dessa proteção à confidencialidade, autenticidade e integridade. Neste sentido, não trabalhar a segurança da informação pode causar enormes prejuízos para toda a empresa, que vão desde a inutilização de equipamentos até ao vazamento de dados e espionagem, por exemplo.

Portanto, para tratar do tema, especialistas estarão reunidos na XXVIII Conferência Nacional da Advocacia Brasileira, no painel “Segurança da Informação e Crimes Informáticos”, que ocorrerá hoje, terça-feira (28/11), das 14h30 às 18h30.

Nele, especialistas explicarão quais as ações necessárias para se resguardar das inúmeras ameaças digitais.

Confira outros assuntos abordados no segundo dia:

  • “Direito da Criança e do Adolescente”
  • “Reforma Trabalhista e Sindical”
  • “Inclusão Social: Exigência Constitucional”
  • “Presente e Futuro do Direito Internacional”
  • “Temas Atuais do Direito Civil”
  • “Reforma Tributária”
  • “Segurança da Informação e Crimes Informáticos”
  • “Direito do Consumidor (Painel com tradução em libras)”

Sem dúvida, a internet revolucionou toda a área jurídica trazendo inúmeras possibilidades de atuação. Hoje é possível contar com ferramentas de busca de jurisprudência e consultar o andamento de um processo de qualquer lugar, a qualquer momento. A era de bater ponto do escritório e ter de ir pessoalmente checar o andamento de uma ação já ficou para trás!

A virtualização atualmente é fundamental e começa desde o primeiro contato entre advogado e cliente. Assim, podemos concluir que a automatização da advocacia é cada vez mais obrigatória. Neste sentido, não deixe de assistir a esse painel na XXIII Conferência Nacional da Advocacia Brasileira, que acontecerá entre os dias 27 e 30 de novembro, no Pavilhão de Exposições Anhembi.

Mais informações sobre o evento, clique aqui: Contagem regressiva para a XXIII Conferência Nacional da Advocacia Brasileira.


Compartilhe

Deixe seu comentário