A importância do contador após a Consolidação das leis do trabalho

0

Muito tem sido dito sobre a possibilidade de mudança na Consolidação das Leis do Trabalho – CLT com o novo governo, mas enquanto empresas e empregados lutam pela sobrevivência, o Contador deve ficar atento, principalmente ao surgimento de medidas provisórias, que têm o peso de lei, mas com curta validade, enquanto não forem sancionadas.

Alguns especialistas defendem a soberania dos acordos sindicais sobre as leis do trabalho. Outros anseiam pelo aumento da carga horária de 8 horas para 12 horas diárias. Os mais pessimistas preveem a extinção do 13º salário, os otimistas, por sua vez, apresentam estudos que comprovam que uma carga horária menor aumenta a produtividade do funcionário.

Nesta semana, uma grande a montadora apresentou uma oferta aos seus funcionários: quem aceitasse a demissão voluntária ganharia R$ 100 mil da empresa. Já os empregados que optassem por manter os seus empregos, abririam mão de reajuste, mesmo que para repor a inflação, em 2017. O acordo foi firmado com o sindicato da categoria. Mas o que você, Contador, tenho a ver com isso?

Simples: o profissional da Contabilidade tem obrigação de estar por dentro das mudanças, tanto para informar ao seu cliente, caso ele não saiba, quanto para executar o seu trabalho corretamente, em especial nas empresas de pequeno porte, que dificilmente possuem um consultor trabalhista para lhes repassar essas informações.

Além disso, muitos Contadores são funcionários, registrados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho-CLT. Outros são empresários, tendo funcionários no dito regime. Portanto, caso essas mudanças se concretizem, o Contador será afetado tanto pessoalmente quanto profissionalmente. Portanto, fique atento!

Contador, a Certisign te ouviu e acaba de lançar um programa com novas vantagens financeiras para você. Venha para o Clube do Contador Certisign ou ligue para (11) 3546 3800.

Compartilhe

Deixe seu comentário