A presença da tecnologia no Carnaval

0

Anualmente, as escolas de samba apresentam novidades na avenida e é possível observar cada vez mais a presença da tecnologia, principalmente nas escolas de São Paulo e Rio de Janeiro, as que mais ganham notoriedade por conta da cobertura jornalística.

A tecnologia costuma aparecer de duas formas: nos enredos, que, por vezes, contam a evolução de algum objeto e, principalmente, nos adereços, como as luzes de led.

No ano passado, a fantasia do mestre-sala e porta-bandeira, Marcinho e Giovanna, da Unidos da Tijuca (RJ), continha cerca de 4 mil lâmpadas de led. Já a escola Beija Flor (RJ) utilizou a tecnologia para integrar os foliões ao desfile, esses podiam escrever no panfleto uma mensagem que em seguida iria para dois telões no momento do desfile.

É também nesta época que usuários de redes sociais dominam o feed de notícias de seus amigos. O Facebook divulgou um gráfico que compara as interações feitas nos Carnavais de 2013 e 2014. Nesses períodos, a rede social registrou 2,4 vezes mais postagens e 73% das pessoas, na faixa etária de 18 a 44 anos, falaram apenas sobre o Carnaval. Ou seja: esse ano a tecnologia também deve estar nas mãos dos espectadores dos desfiles, tanto nas avenidas, quanto em suas residências, por meio de celulares, tablets, notebooks e computadores.

Fontes: G1, Terra e Proxxima

Relacionada
Tecnologia e comportamento para um Carnaval seguro

Internet das Coisas: tecnologia auxilia na segurança e na atividade física

Compartilhe

Deixe seu comentário