Balanço contábil – está chegando a hora!

0

11/11/2009 – Dora Ramos

O ano termina e é chegada a hora de fazer uma análise da sua contabilidade e dos profissionais que o auxiliaram nessa tarefa pelos meses que se passaram. Esse é o momento ideal para avaliar a sua vida financeira ao longo de 2009, a fim de identificar os pontos positivos e negativos e entrar em 2010 sabendo como corrigi-los.

É fundamental começar o ano que chega com uma boa saúde financeira, para que os problemas já vivenciados não se repitam. E, para isso, nada melhor do que analisar o profissional que cuida do seu dinheiro, tanto na vida profissional como pessoal. Mas como saber se o seu contabilista foi bem sucedido em 2009? Para responder a essa questão, proponho os seguintes quesitos, que podem te guiar nessa importante análise:

Cronograma de trabalho – Por conta da natureza complexa da contabilidade, é importante que seu contador tenha total controle sobre as datas dos inúmeros procedimentos que acontecem no decorrer do ano. Um simples erro na hora de protocolar certo documento pode não só lhe trazer prejuízos, mas, também, gerar danos maiores, como a suspensão da emissão de certidões de bens e outros problemas legais mais sérios.

Capacidade de adequação às mudanças – No Brasil, as mudanças nas regras e procedimentos fiscais e contábeis são constantes. Muitas vezes, existe pouco tempo para a compreensão e aplicação dessas leis. Por isso, é imprescindível que seu contador esteja atento às mudanças na legislação e tenha uma boa capacidade de adequação a novos cenários.

Transparência e sinceridade – Administrar o próprio dinheiro já não é uma tarefa fácil, mas confiar em alguém para cuidar dele para você pode ser ainda mais difícil. Se o temor dessa transferência de responsabilidade for muito grande, talvez seja a hora de parar um momento para conversar e reorganizar a forma de trabalho. Alinhar os pontos, traçar metas e elaborar planos com transparência e sinceridade são essenciais para ambas as partes.

Quantidade de informações levantadas – Muitas decisões de um gestor dependem dos recursos financeiros de sua companhia. Por isso, é importante ter em mãos análises atualizadas, que dão uma boa noção da saúde financeira da empresa. Esse banco de dados auxiliará os gestores na hora de implantar um novo projeto ou escolher quais contas devem ser priorizadas em um momento de crise.

Se depois de refletir sobre essas questões você ainda tem dúvidas sobre o quanto conhece as contas da sua própria empresa e a forma como elas são administradas, converse com o seu contador. Caso ele não esteja disposto a ajudá-lo, não mais como um contabilista, mas como um consultor, talvez seja a hora de repensar essa parceria e renovar os laços que unem os dois extremos. Afinal, ouvir as orientações do seu contador pode determinar o sucesso ou o fracasso no ano que se inicia.

* Dora Ramos atua no mercado contábil-administrativo há mais de vinte anos. É fundadora e diretora responsável pela Fharos Assessoria Empresarial. Para mais informações, acesse www.fharos.com.br

Fonte: Incorporativa

Compartilhe

Deixe seu comentário