Black Friday: veja dicas para economizar e para uma compra segura

0

Muito popular nos Estados Unidos, a Black Friday, que começa às 0h do dia 28 de novembro este ano, vem ganhando espaço no Brasil desde a sua primeira edição, em 2010. Com isso, muitos clientes esperam por esta data na expectativa de grandes descontos, o que gera um aumento nas vendas, principalmente nos e-commerces.

Muitas lojas prometem proporcionar grandes descontos para os consumidores, mas é preciso cautela. É importante estar atento nos preços dos produtos já há algum tempo, para que não seja enganado e tenha a falsa sensação de estar economizando. Se realmente houver uma redução, essa será uma ótima chance para quem já sabe o que quer comprar para o Natal, por exemplo. Só não pode deixar que os impulsos das promoções se transformem em endividamento.

“Comprar adequadamente e com bons descontos é um dos principais segredos da educação financeira e da arte de poupar. Mas não recomendo que comprem coisas que não estejam dentro de seu planejamento, pois, normalmente são nos impulsos das promoções e do consumismo descontrolados que as pessoas se endividam”, alerta o educador e terapeuta Reinaldo Domingos, autor das obras Livre-se das Dívidas e Terapia Financeira (Editora DSOP).

Compra segura

No entanto, não é só nas ofertas que os consumidores devem prestar atenção. Antes de comprar, inserindo dados pessoais em sites, é necessário conferir se o ambiente está protegido pelo Certificado SSL e, portanto, seguro para as compras. Os internautas também devem se atentar aos ataques de phishing, que costumam fisgar o cliente por meio de e-mails com ofertas extremamente atraentes alocadas em sites falsos.

“Felizmente, as pessoas, aos poucos, estão aprendendo a reconhecer os sinais de um site protegido pelo Certificado SSL, que são o cadeado no navegador, a letra S no HTTP e o Selo de Segurança. No entanto, o reconhecimento não termina na visualização destes símbolos. É imprescindível que o internauta clique no cadeado e no Selo de Segurança para verificar se, de fato, há um Certificado SSL válido e emitido por uma Autoridade Certificadora séria e ética”, explica Mauricio Balassiano, Diretor de Tecnologia da Certisign.

Para economizar:

1) Não compre se para isso precisar se endividar. Parcelamento também é uma forma de dívida. Se for inevitável, tenha certeza de que cabe no orçamento.

2) Analise se a compra não trará custos extras para a família ou para a pessoa posteriormente.

3) Se antecipe à Black Friday, pesquisando os preços dos produtos que deseja comprar para ver se os descontos que darão realmente são interessantes.

4) Faça uma lista detalhada de tudo que pretende comprar e quem deseja presentear e quanto pretende gastar com cada um.

5) Se estiver em situação financeira problemática, e quiser adiantar as compras de Natal, uma dica é priorizar as crianças. Será mais fácil explicar para os adultos o jovens o motivo de não receberem presentes.

6) Utilize a internet como meio de pesquisa, mas cuidado, só acesse e compre em sites confiáveis, crimes digitais são cada vez mais comuns.

7) Se prepare para ir as compras nas lojas com tempo e roupas confortáveis, além disso é importante uma dose extra de paciência, evitando que se compre rapidamente para acabar com o martírio.

8 ) Procure, por meio de conversas, saber quais são os reais desejos das pessoas. Muitas vezes se compra coisas caras, sendo que presentes baratos seriam muito mais bem vindos.

Compra segura

1) Ao acessar um site confira a URL. Use um site de busca para verificar se existe mais de um endereço.

2) Verifique se a página possui Selo de Segurança. Este é o único Selo que atesta que o site é confiável para transações e inserções de dados. Se sim, clique sobre o Selo de Segurança, que geralmente fica fixado no rodapé da página do site, e verifique se o Certificado Digital foi emitido para o mesmo endereço web da página em que você está;

3) Verifique se existe um cadeado fechado na barra do navegador e faça o mesmo processo do Selo de Segurança. Clique e confira as informações;

4) Observe se existe a letra “S” no endereço do site, ou seja, HTTPS.

Fonte: O Povo

Relacionadas:

3 dicas para o seu filho navegar na web com segurança

Previna-se e saiba mais sobre a lei dos Crimes Cibernéticos

Compartilhe

Deixe seu comentário