Certificação Digital SSL garante segurança no e-commerce

0

A febre das compras pela internet já é uma realidade no Brasil e no mundo, mas a disparada dos e-commerces traz à tona a iminente preocupação dos consumidores com a segurança de suas compras on-line. Apenas 2% da população brasileira confiam plenamente em sites de comércio ou de bancos, segundo uma pesquisa realizada pela Unisys este ano. Para mudar este cenário, a aposta dos e-commerces tem sido oferecer mais segurança aos consumidores por meio de selos de Certificação Digital.

Atualmente, existem dois tipos de selos: aqueles que apenas monitoram a qualidade do serviço e os prazos prometidos pelo site e o modelo SSL (Secure Sockets Layer), que atesta a autenticidade do domínio e cria um canal de criptografia entre o usuário e o servidor do portal.

De acordo com a diretora comercial da empresa Certisign, Regina Tupinambá, o tipo SSL ainda é o mais completo e até hoje, nenhum hacker conseguiu quebrar esse protocolo. “É muito importante para quem entra nesse mercado estar adequado e seguir as boas práticas de segurança, o que é possível mediante o aval de uma Autoridade Certificadora que conta com expertise e forte atuação no segmento de e-commerce. Mais do que a autenticidade, o selo dá credibilidade aos sites iniciantes e os coloca no mesmo patamar de confiabilidade que os grandes do setor”, explica a profissional.

O trabalho feito pelas entidades certificadoras, como a Certisign, é auditado e fiscalizado pela ICP-Brasil, órgão criado por medida provisória em 2001. Segundo a executiva, ao clicar no selo o consumidor pode ver, em tempo real, o documento de validação do site. Ela acrescenta que hoje em dia os sites que não têm condição de adequar seu serviço às exigências de uma autoridade certificadora provavelmente vão começar a sofrer prejuízos em seus volumes de negócios e ainda alerta sobre os e-commerces que simulam estar certificados por selos seguros.

Fonte: O Globo

Compartilhe

Deixe seu comentário