Com a Certificação, declarar o IR está cada vez mais fácil

0

A entrega da Declaração de Imposto de Renda já começou e mesmo sendo uma obrigação anual, ela ainda assusta e transforma em correria o dia a dia do contribuinte. Só neste período é que ele se preocupa em buscar os documentos necessários para o preenchimento e, até mesmo, abatimento dos valores.

Mas, como tudo, há uma solução para resolver este problema. Desde o ano passado, a Receita facilitou, e muito, a vida do contribuinte, com a possibilidade de uso do Certificado Digital. Com ele, a declaração já vem pré-preenchida, com total sigilo fiscal, o que evita erros de digitação e, consequentemente, diminui as chances de se cair na tão temida malha fina. Ela já vem com todas as informações vinculadas ao CPF do contribuinte, constantes na base da Receita Federal.

Além dessa vantagem, este ano o contribuinte que possui o Certificado Digital – cerca de dois milhões de pessoas, de acordo com a Receita Federal do Brasil (RFB) – também poderá salvar a declaração de forma online. Ou seja, a declaração pode ser finalizada de qualquer máquina, já que ela estará arquivada na “nuvem”.

Embora ainda existam muitas outras vantagens de utilizar o Certificado Digital no IR, o número de contribuintes que utilizaram a Certificação Digital na declaração do ano passado ainda foi bem pequeno – menos de 1% das mais de 27 milhões recebidas em 2014 pela RFB. Mas a expectativa é que este número aumente muito este ano, já que há mais uma novidade para quem utilizar a tecnologia.

Os benefícios são muitos. Quem optar por usar o Certificado Digital pode verificar informações sobre as fontes pagadoras; obter a declaração do ano anterior; regularizar no mesmo dia sua situação com a Receita Federal caso caia na malha fina; eliminar divergências das suas informações declaradas com as fontes pagadoras; acompanhar todo o processo de sua declaração, possibilitando correções em tempo reale sem burocracia; obter cópias das suas declarações e retificar pagamentos, além de imprimir comprovantes.

E a pergunta que o contribuinte pode estar se fazendo: o Certificado Digital serve apenas para a entrega da Declaração do Imposto de Renda? Claro que não. Durante todo o ano, é possível utilizá-lo de diversas maneiras e aplicações, como acessar serviços exclusivos no site da Receita, além, é claro, de poder assinar digitalmente documentos eletrônicos com a mesma validade jurídica da sua assinatura de punho.

Pense na facilidade de poder resolver tudo com apenas alguns cliques. De onde quiser, a qualquer hora, de forma sustentável. E com validade jurídica.

*Julio Cosentino é vice-presidente da Certisign, Autoridade Certificadora que trouxe a Certificação Digital para o Brasil há 18 anos e lidera o segmento desde então.

Relacionadas
IR 2015: 1º lote de restituição será pago em 15 de junho 
IR 2015: Saiba como obter o Certificado Digital 

Compartilhe

Deixe seu comentário