Como cobrar honorários em meio à crise

0

Nesta época de crise, muitos escritórios de Contabilidade têm perdido clientes. Uns por não poderem pagar; outros por preferirem migrar para concorrentes que oferecem preços menores, mas com um serviço igualmente inferior.

Em meio a essa concorrência, muitas vezes desleal, fica difícil para o Contador saber se vale à pena baratear os seus serviços, mesmo porque os custos só estão aumentando, seja pela inflação ou, principalmente, em razão da elevação de impostos. Assim, logo vem a pergunta: quanto devo cobrar pelos serviços de Contabilidade para manter minha carteira intacta e, se possível, ampliá-la?

Fidelizar o cliente é fundamental, mas é preciso fazê-lo sem prejudicar a sua receita. Em primeiro lugar, tenha foco: um serviço de qualidade é essencial. Mesmo que um cliente migre para outro escritório por razões de preço, ele poderá voltar para você com um volume ainda maior de trabalho e muitas reclamações: como multas e obrigações acessórias não cumpridas – por falta de conhecimento, interesse ou competência do seu concorrente.

Para passar por esse período difícil, se for necessário, diminua os custos o quanto possível, mas cuidado com a folha de pagamento: nem sempre cortar pessoal é uma vantagem, você pode perder talentos, sobrecarregar sua equipe e prejudicar a qualidade dos seus serviços. O que pode ser ainda mais perverso para o seu negócio.

É preciso manter o seu bom nome no mercado. O boca a boca é essencial para cativar novos clientes, por isso, as tarefas não podem ser negligenciadas. Confie no seu trabalho. Recorde aos seus clientes os pontos fortes do seu escritório, valorizando-se enquanto profissional. E esteja aberto para receber novas propostas e desafios.

Mesmo que tudo mude, você vai continuar sendo único. Se você ainda não possui o seu Certificado Digital clique aqui e seja uma pessoa segura. Já possui Certificado Digital? Use hoje mesmo o Clube de Vantagens Certisign: descontos que já compensam o investimento.

Compartilhe

Deixe seu comentário