Compensação digital de cheques: segurança, agilidade e menor custo

0

Desde maio, os bancos não fazem mais a compensação física de cheques. A compensação digital por imagem de cerca de 90 milhões de cheques por mês permitirá que, a partir do final de julho, as instituições reduzam para até dois dias esse processo. Hoje, o tramite pode demorar até 20 dias úteis, dependendo da região do país.

O sistema digital também reduzirá a possibilidade de clonagem, extravio, roubos e perdas dos cheques com a eliminação do trajeto. Clonagens e falsificação de cheques resultaram em prejuízo de R$ 1,2 bilhão para o comércio e de R$ 283 milhões para os bancos, em 2010.

Ganho ambiental também é expressivo

“Sem o transporte do cheque físico, quer seja por via terrestre ou aérea, estima-se uma redução de 15 mil toneladas anuais na emissão de CO2 na atmosfera, uma vez que cerca de 37 milhões de quilômetros anuais deixarão de ser percorridos”, diz a Febraban, que observa também que o processo digital levará a uma economia em torno de R$ 100 milhões no ano somente com o transporte de cheques.

Fonte: Brasil Econômico

Compartilhe

Deixe seu comentário