Computação em nuvem e a tecnologia da Certificação Digital

0

O ITI publicou em seu site, uma matéria sobre a proximidade, cada vez maior, da tecnologia da Certificação Digital ICP-Brasil e a Computação em nuvem. E um dos exemplos dessa relação é o Portal de Assinaturas Certisign. Confira o texto:

A Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) tem se tornado uma tecnologia cada vez mais presente no cotidiano das empresas brasileiras. Exemplos de como os Certificados Digitais ICP-Brasil protagonizam rotinas de entidades públicas e privadas não são raros. A nota fiscal eletrônica (NF-e), o Sistema Brasileiro de Pagamentos (SBP), os contratos de câmbio e o Conectividade Social ICP servem como base para afirmar, sem receios, que o Sistema Nacional de Certificação Digital é seguro, moderno e confiável.

Recentemente, a Autoridade Certificadora de 1º nível, AC Certisign, especializada em soluções que utilizam Certificação Digital ICP-Brasil, lançou o Portal de Assinaturas Digitais, plataforma que permite a pessoas físicas e jurídicas assinar documentos eletronicamente de forma simples, segura e sustentável, em nuvem e de qualquer parte do mundo. Basicamente, computação em nuvem é a possibilidade de armazenar e acessar arquivos pela internet sem a necessidade de que isso seja feito a partir do computador pessoal, já que os dados estão em um disco virtual.

Com o serviço, o usuário munido de seu Certificado Digital ICP-Brasil poderá assinar eletronicamente inúmeras modalidades de contratos, além de realizar a abertura de empresas, conferindo celeridade ao trâmite, comodidade às partes envolvidas e, de acordo com o próprio portal, a mesma validade jurídica dos documentos em papel. “O objetivo principal do Portal de Assinaturas Certisign é consolidar o conceito de Certificação Digital no Brasil e expandir o uso dessa tecnologia no país. Apenas 5% da nossa base de clientes usa o Certificado Digital diariamente e, em geral, para cumprir obrigações fiscais. Queremos que essas empresas não guardem o certificado na gaveta e estendam essa tecnologia para outras aplicações”, afirma Julio Cosentino, vice-presidente da Certisign.

Continue lendo
Compartilhe

Deixe seu comentário