Contabilidade Ambiental é o mais novo nicho de mercado para a profissão contábil

0

A Contabilidade Ambiental brasileira assumiu maior importância desde que as grandes potências mundiais começaram a cobrar um posicionamento mais firme dos países em desenvolvimento. Inclusive, essa exigência se fez efetiva durante a 21ª Conferência do Clima, que foi realizada em Paris – França, entre 30 de novembro e 11 de dezembro de 2015.

Mesmo que indiretamente, nós, seres humanos, estamos sempre consumindo os recursos do planeta, tanto para sobrevivência quanto para comodidade. Recursos naturais que são limitados e não podem ser desperdiçados. Como ciência, a Contabilidade pode e deve contribuir, através de registros e controles, de forma extremamente positiva para a proteção do meio ambiente.

Contabilidade dos créditos de carbono

Vale lembrar que desde a ratificação do protocolo de Quioto, em 1997, a redução de gases de efeito estufa e a comercialização dos créditos de carbono são uma realidade. Diante da contabilização dos novos ativos – de carbono – os Contadores brasileiros têm um grande desafio, uma vez que não há regulamentação maciça por parte dos órgãos contábeis orientando como contabilizar essas operações, nem como reconhecer os créditos de carbono na Contabilidade das empresas. Inclusive, os debates doutrinários sobre o tema são insuficientes, mas um fato é certo: a Contabilidade dos créditos de carbono é o mais novo nicho de mercado para a profissão contábil.

Afinal, quem não quer investir ou ser cliente de uma empresa transparente e saudável? Não é à toa que a Contabilidade Ambiental vem crescendo em todo o mundo, afinal, por meio dela, é possível identificar as informações de ocorrências ambientais, analisar indicadores de desempenho ecológico, e definir quais são as atividades desejáveis às regras da sociedade.

O autor do livro “Contabilidade Ambiental”, Carlos Alexandre Gehm da Costa, define a Contabilidade Ambiental como a ciência que estuda aspectos empresariais tais como: bens, direitos e obrigações existentes na organização. “Seu objetivo principal é esclarecer a situação da empresa voltada aos usuários internos e externos, informando-os sobre os acontecimentos ambientais que podem causar modificações no patrimônio da organização”.

Portanto, os profissionais que tiverem habilidade técnica e conhecimento das normas contábeis, sairão na frente.

Contador, a Certisign te ouviu e acaba de lançar um programa com novas vantagens financeiras para você. Venha para o Clube do Contador ou ligue para (11) 3546 3800.

Compartilhe

Deixe seu comentário