Cuidado com os gastos de fim de ano

0

Esta época do ano é muito propícia para gastos extras com presentes, brindes, almoços, jantares, festas, viagens e outros.

Se considerarmos os gastos previstos para o início de 2015, como IPVA, IPTU, seguro do automóvel, material escolar dos filhos e outras despesas, fica muito fácil estourar o orçamento familiar logo no primeiro trimestre do ano novo. Por isso, para não entrar no “vermelho”, é importante planejar gastos antes e evitar comprar por impulso ou realizar viagens não programadas.

De acordo com a autora dos livros “Cuide bem do seu dinheiro” e “Finanças Pessoais: o que fazer com o meu dinheiro”, Marcia Dessen, as despesas de fim de ano não são recorrentes, ou seja, não compõem o orçamento mensal das famílias, mas já são previstas. “Assim, basta reservar durante o ano o montante necessário para cobrir os gastos com as festas. É necessário planejar. Se o planejamento não for feito, as pessoas acabam adotando o dinheiro não disponível – as linhas de crédito”.

Para evitar cair nessa armadilha, Marcia aconselha controlar as despesas ordinárias na ponta do lápis e planejar as despesas extraordinárias, sempre estabelecendo objetivos e prioridades. “A ideia não é dizer ‘não posso’, mas sim ‘quando posso’. Desta forma, será possível fazer o dinheiro render mais. Pagar juros para financiar consumo, nem pensar”, finaliza a especialista.

Compartilhe

Deixe seu comentário