Dia Internacional da Mulher: ainda há muito para conquistar

0

Desde 1857, o dia 8 de março é comemorado em todo o mundo como o  Dia Internacional da Mulher. A data teve origem em uma grande tragédia (veja o tópico história), mas serve para lembrar o quanto o chamado “sexo frágil” já avançou nas últimas décadas. O direito ao voto, à liberdade sexual e a abertura de espaços no mercado de trabalho são algumas das conquistas obtidas nos últimos séculos, desde a queima de sutiãs em praças públicas.

Na Contabilidade, a mulher também vem ganhando espaço, o que não foi fácil, uma vez que na profissão historicamente predominou o sexo masculino. Mas elas não se intimidaram e foram à luta em busca de suas vitórias. Atualmente, segundo o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), as Contabilistas representam 41% do total de profissionais ativos em todo o País, o que representa 207 mil Contadoras registradas.

Apesar dos avanços obtidos pelas mulheres na Classe Contábil e em outras áreas, o caminho a ser percorrido é bastante longo: os salários são desiguais, os casos de violência doméstica permanecem crescendo, e o machismo não deixou de existir, mesmo que seja enorme o número de mulheres que chefiam suas famílias.

Na última cerimônia do Oscar, a vencedora do prêmio de melhor atriz coadjuvante, Patrícia Arquette, reivindicou igualdade salarial para as atrizes, que ainda têm cachês bem inferiores aos dos atores. Até mesmo a presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou, no mês de fevereiro, que a igualdade de gênero no mercado de trabalho ajudaria no desenvolvimento da economia mundial.

História

No dia 8 de março de 1857, em Nova Iorque, operárias de uma fábrica de tecidos fizeram uma grande greve, ocupando o local para reivindicar melhores condições de trabalho. Para reprimir a manifestação, as mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas. Em 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem àquelas que deram suas vidas pela causa da igualdade feminina. Posteriormente, a data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Relacionada
Mulher contabilista: ascensão histórica 
Pesquisa revela: Contador é uma profissão em alta

Compartilhe

Deixe seu comentário