E-mail pessoal para tratar dos assuntos corporativos: entenda as consequências.

0

Sabe quando insistimos em não misturar a vida pessoal com a profissional? Pois bem, esse é um desafio constante que, se não dosado a tempo pode custar problemas futuros.

Não utilize seu e-mail pessoal para resolver problemas do trabalho.

O que, de início, pode parecer facilitar sua vida na hora que você precisa – seja por não conseguir logar o e-mail corporativo, ou porque já está com o seu pessoal aberto na tela – futuramente essa atitude pode se tornar um grande problema.

Assim como foi para a Hillary Clinton, candidata à presidência dos EUA. Ela usou sua conta pessoal durante 4 anos como Secretária de Estado, segundo ela, por “razões práticas”.  Mas não foi tão prático assim explicar à justiça uma possível violação de leis federais de registro de dados do governo, por não usar uma conta oficial do mesmo.

Ao usar seu e-mail pessoal na empresa, além de colocar seu ambiente de trabalho em risco,  pode lhe render um bloqueio de acesso ou até uma infração funcional, a ser apurada em processo administrativo disciplinar. Existem, portanto, várias medidas a serem tomadas por parte do funcionário e da empresa, para preservar a segurança de seus dados pessoais e corporativos.

Uma delas é fazer uso do e-mail seguro, integração da Certificação Digital na conta de e-mail do usuário que  garante a troca de mensagens segura. Com esta solução, os e-mails são assinados digitalmente e criptografados, garantindo a autenticidade e integridade das informações enviadas ao destinatário.

Se você é cliente Certisign, aproveite os benefícios do Clube de Vantagens Certisign. São vários descontos especiais nas principais lojas virtuais. Clique aqui e confira o nosso Clube.

Fonte: Psafe, G1 e Tecmundo com informações Certisign

Compartilhe

Deixe seu comentário