Equipamentos sem fio indispensáveis. Quando eles surgiram?

0

Estamos vivendo na era digital e, claro, que a comodidade é primordial. Na mesma velocidade que recebemos informações por diversos meios de comunicação queremos compartilhar, guardar, ouvir ou assistir mais uma vez. E é aí que a tecnologia sem fio entra em ação.

> “Aqui tem Wi-Fi?”
Não é raro ouvir essa pergunta nos estabelecimentos comerciais. Muitos já sinalizam o ambiente com placas para atrair ainda mais clientes. O Wi-Fi surgiu em 1999 em consequência da união de algumas empresas, como Nokia, Lucent Technologies (atualmente Alcatel-Lucent) e Symbol Technologies (adquirida pela Motorola). Juntas, na época, essas companhias criaram um grupo para lidar com a questão da rede sem fio e deram origem a Wireless Ethernet Compatibility Alliance (WECA), que passou a se chamar Wi-Fi Alliance em 2003.

> Pen Drive
O primeiro pen drive foi confeccionado no ano de 2000, com o objetivo de substituir o disquete, resgatar dados de computadores estragados, realizar backup com mais facilidade, abrigar determinados sistemas e aplicativos. Hoje, é um dispositivo móvel de armazenamento bastante popular e costuma ser utilizado para armazenar e transferir músicas, filmes, documentos ou qualquer outro arquivo de um computador para outro com grande facilidade. Ou ainda para reproduzir seu conteúdo, como filmes e músicas, em rádios, televisores e aparelhos de DVD.

> Controle remoto
Ele é indispensável, não é mesmo? O precursor do controle remoto surgiu em 1955 e tinha um incômodo fio que o ligava à TV. O artefato foi sendo aperfeiçoado até incorporar, em 1981, a luz infravermelha.

> Celular 
Como viver sem? Em março desse ano, os celulares comemoraram 40 anos da primeira ligação e 30 anos do começo de suas vendas. O primeiro modelo foi produzido em 1974 pela Motorola, custava US$ 4 mil (R$ 9,35 mil), tinha 13 polegadas e pesava 794 gramas. Teve grande sucesso a partir de 1984, quando começou a ser comercializado. O celular foi imortalizado pelo personagem Gordon Gecko, interpretado por Michael Douglas no filme “Wall Street”.

Por aqui, no Brasil, o primeiro telefone móvel a ser comercializado oficialmente foi o Motorola PT-550, na década de 90. O modelo, bem mais compacto que o pioneiro da marca, já vinha com identificador de chamadas, agenda eletrônica, um design bem mais moderno e com uma peça flip que protegia o teclado de 20 botões. O aparelho pesava 348 gramas, tinha cerca de 23 centímetros de altura e custava entre US$ 2.495 e US$ 3.495.

Fontes: Revista Veja, Brasil Escolha, Portal Terra, TecMundo e InfoWester

Relacionadas:

Quando surgiram os primeiros computadores?

Compartilhe

Deixe seu comentário