Estatística dos últimos cinco anos da Malha Fina

0

Mesmo em meio à crise econômica que se iniciou em 2008, a renda dos brasileiros vem crescendo ano após ano. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE mostram que de 2008 a 2013 houve um crescimento de 3% ao ano da renda real do contribuinte.

Para a Receita Federal, isso representa aumento no número de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física. De acordo com os dados do órgão, de 2010 a 2014, foram enviadas mais de 125 milhões de declarações.

Por conta disso, cresceu também o número de contribuintes que caíram na malha fina. Nos últimos cinco anos, o Leão apanhou mais de 3,5 milhões de declarações irregulares, quase o dobro de carros que circulam no Estado do Rio de Janeiro, que hoje atinge a marca de 1,8 milhão de automóveis.

Os números crescem ano a ano. Em 2010, por exemplo, das 24,3 milhões de declarações, 700 mil caíram na malha fina, quase três vezes o número de estabelecimentos comerciais na cidade de São Paulo – de acordo com a BBC Brasil, a cidade registrava 124 mil lojas comerciais em 2013.

Em 2011, cerca de 570 mil contribuintes tiveram suas declarações do Imposto de Renda retidas, de um montante de mais de 23,9 milhões de documentos enviados ao Fisco. É como se os mais de 535 participantes da Bienal Internacional de Arte de 2013 em São Paulo tivessem contas a prestar ao Leão.

Imagine se todos os torcedores da Copa do Mundo no Brasil caíssem na malha fina. A capacidade das 12 arenas que sediaram os jogos em 2014 é de 619 mil pessoas. Esse foi praticamente o número de contribuintes retidos pelo fisco em 2012, quando 616 mil declarações, de um montante de 24,8 milhões entregues, estavam irregulares. Este número corresponde ao acréscimo de 8,23% na comparação com 2011.

Em 2013, o número de contribuintes que entregaram a Declaração do Imposto de Renda foi 25,6 milhões, sendo que 711 mil tiveram algum tipo de pendência com a Receita Federal. É como se a população do Amapá estivesse na mira do Leão – segundo o IBGE, são mais de 764 mil amapaenses.

Os últimos números da Receita Federal demonstram que em 2014, mais de 937,9 mil contribuintes caíram na malha fina. Isso é quase o dobro de profissionais da Contabilidade registrados no Brasil, que, segundo o Conselho Federal de Contabilidade – CFC, é de 490 mil profissionais ativos. Foram entregues 26,8 de declarações.

Deixou para a última hora? Utilize o seu Certificado Digital e usufrua da declaração pré-preenchida e muito mais.

Compartilhe

Deixe seu comentário