Filmes e Reality shows para empreendedores do ramo de alimentação

0

Empreender no ramo da alimentação não exige apenas que se goste de comida. Além de saber cozinhar, é preciso encarar muita pressão, clientes difíceis e, claro, ter uma boa dose de inspiração para criar pratos que agradem a todos.

Mas se ainda falta alguma coisa para você empreender nessa área, selecionamos três reality shows e quatro filmes sobre gastronomia que podem te inspirar a finalmente dar o primeiro passo. E convidar a gente para um almoço, claro. Confira!

7 opções para te inspirar a abrir um negócio no ramo de alimentação

3 Reality shows sobre gastronomia

MasterChef Brasil

Mais famoso reality show de gastronomia do Brasil, a edição nacional do MasterChef tem como objetivo transformar um cozinheiro amador em um chef profissional.
Apresentado pela jornalista Ana Paula Padrão e com três jurados carrancudos que analisam os pratos dos candidatos (Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin), o programa tem humor, brigas, broncas, choro e tudo o mais que uma boa atração do gênero oferece.

Onde: Band, às terças, a partir das 22h45

Kitchen Nightmare

Esse reality é uma ótima opção para quem está empolgado para abrir um restaurante, mas não tem ideia do que o espera. A atração mostra chef superstar Gordon Ramsay visitando diversos restaurantes à beira da falência e comandando a sua recuperação.

O problema são os perrengues que Ramsay tem de enfrentar junto com os proprietários: demissões, mudanças de cardápio, obras no salão, além da resistência do próprio dono e de seus familiares. Vale a pena.

Onde: GNT e Fox Life

Bake Off Brasil – Mão na Massa

A edição brasileira do Bake Off tem um conceito parecido com o do MasterChef, mas é focada na produção de bolos e doces em geral. O objetivo da atração também é parecido: encontrar o melhor confeiteiro amador do Brasil em meio a 16 candidatos já pré-selecionados.

O reality é apresentado pela chef confeiteira Carol Fiorentino e tem como jurados Fabrizio Fasano Jr. e Beca Milano. E assim como no MasterChef, as emoções estão à flor da pele durante as provas que classificam ou eliminam os candidatos e que envolvem, claro, o preparo de bolos e doces diversos. O vencedor leva um contrato para trabalhar em uma confeitaria, além de outros prêmios, incluindo dinheiro.

Onde: SBT, aos sábados, a partir das 21h30

4 Filmes com pitada de Chef

Chef

Chef é aquele típico filme que te causa duas sensações depois de assisti-lo: fome e vontade de abrir um food truck. O ator Jon Favreau interpreta Carl Jaspen, um chef de um renomado restaurante de Los Angeles que tem uma crise de nervos depois que um renomado blogueiro critica seus pratos. Depois de ser demitido e sem outros lugares para trabalhar, ele compra um trailer e monta um “restaurante sobre rodas” (o food truck citado acima), preparando e vendendo comida pelos EUA afora.

Chef traz cenas e mais cenas de food porn, com a fotografia deixando o preparo da comida absurdamente saboroso. Tem ainda atuações sinceras, uma trilha sonora de música latina das boas e é daqueles filmes que te deixam com um sorriso no rosto ao subir os créditos. E fome, claro.

Soul Kitchen

E quem disse que os alemães não fazem filmes com humor? E um bom exemplo disso é o ótimo Soul Kitchen. O longa conta a história de Zinos, um homem que não está nos seus melhores dias: seu restaurante (cujo nome é o título do longa) em Hamburgo está quase falindo, sua namorada vai trocá-lo por um emprego em Xangai e uma dor nas costas o atormenta quase que o dia inteiro.

No entanto, a chegada de um chef “estrelinha”, mas bem mal humorado, ao seu restaurante muda tudo: os pratos feitos por ele voltam a atrair o público, mas as encrencas que o irmão de Zinos – recém-saído da cadeia – se mete pode colocar tudo a perder. Em resumo: cinema alemão da melhor qualidade.

A 100 passos de um sonho

Essa simpática produção conta a história de Madame Mallory (Helen Mirren), uma respeitada – e extremamente exigente – dona de um restaurante estrelado no Guia Michelin, localizado em cidadezinha no sul da França. Sua rotina muda com a chegada de um restaurante indiano do outro lado da rua, o que dá início a brigas e mais brigas devido ao choque cultural e das diferenças das duas culinárias.

No entanto, Mallory se aproxima aos poucos de Hassan Kadam (Manish Dayal), filho do seu rival e um verdadeiro prodígio na cozinha. Com isso, os dois vão criando um laço que faz com que Kadam conheça mais sobre a culinária francesa, mas sem perder de vista suas origens gastronômicas indianas.

Produzido por Stevem Spielberg, A 100 passos de um sonho faz parte daquela categoria de feel good movies, onde você se sente bem quando sobem os créditos. E ainda com vontade conhecer melhor as culinárias da França e da Índia.

Pegando fogo

Adam Jones (Bradley Cooper) era um dos mais renomados chefs do mundo, até que o excesso de álcool e drogas o que fez perder tudo. Depois de um período de um excêntrico detox nos EUA, ele vai para a Inglaterra, disposto a retomar a carreira. Para isso, assume o comando da cozinha de um restaurante decadente e sonha em conquistar a tão sonhada terceira estrela do Gua Michelin, a referência máxima dos amantes da alta gastronomia. No entanto, o problema de Adam é um só: vencer ele mesmo.

Pegando fogo se destaca, principalmente, por mostrar a enorme pressão e o alto nível de exigência dentro de uma cozinha da alta gastronomia. Cooper também se destaca no papel de Jones, principalmente na sua obsessão em conquistar as três estrelas do Guia Michelin. E se isso significa infernizar seus cozinheiros no melhor estilo treinamento do BOPE, que assim seja. Afinal de contas, como já diz o ditado: “Não sabe brincar, não desce pro play”. Ah sim, os pratos que surgem em cena são de dar água na boca.

Quer receber conteúdos como este em seu e-mail? Não se esqueça de se cadastrar.


Compartilhe

Deixe seu comentário