Gírias populares da língua portuguesa

0

No dia 10 comemora-se o dia da língua portuguesa, o idioma oficial do nosso país. Porém, com um território tão vasto e uma imensa diversidade de culturas, religiões, artes e influências exteriores, não é de se surpreender que nossa língua acabe sofrendo alterações únicas de lugar para lugar, seja no seu vocabulário ou pronúncia.

Essas diferenças na nossa língua não constituem erro, mas são consequências das marcas deixadas por outros idiomas que entraram na formação do português brasileiro. Na verdade, são regionalismos, expressões típicas de determinada região.

Para comemorar essa data especial, separamos aqui alguns dos principais regionalismos por região do Brasil.

Gírias do Nordeste

Abestado= bobo, leso, tolo
Abirobado= maluco
Abufelar= irritar, ficar brabo
Amancebado= amigado, aquele que vive maritalmente com outra
Amarrado= mesquinho; avarento
Arretado= tudo que é bom; bacana; legal
Avalie= imagine
Avariado das ideias= meio amalucado
Avexado= apressado
Bater a caçoleta= morrer
Bizonho= triste, calado
Brenha= lugar longe de difícil acesso; escuro
Briba= pequena lagartixa
Bruguelo= criança pequena

Gírias do Sul

Alçar a perna= montar a cavalo
Campo santo= cemitério
Embretar-se= meter-se em apuros
Guacho= animal ou pessoa criada sem mãe ou sem leite materno
Lindeiro= ao lado, vizinho
Maleva= bandido, malfeitor, perverso
Olada= ocasião, oportunidade
Relho= chicote pequeno com cabo de madeira e cabo torcido
Solito= isolado, sozinho, sem companhia
Tirana= cantiga e dança popular, variedade do fandango

Gírias do Norte

De rocha= palavra ou assunto com convicção
Égua de largura= muita sorte
Essa é da grife do varal= roupa roubada
Levou o farelo= morreu
Miudinho= pequeno
Pega uma aí= paga uma bebida
Vigia bem= preste muita atenção
Zé ruela= abestado, besta

banner-campanha-institucional

Gírias do Centro Oeste

Abiscoitar= receber dinheiro, herdar
Afogado= refogado (expressão culinária)
Bitelo= grande; enorme
Bugre= índio, tapuia, selvagem
Carcunda, cacunda= costas, dorso do corpo humano
Desguaritar= desgarrar; arribar; fugir
Empatar= atrapalhar; estorvar
Pé-de-boi= pessoa muito trabalhadora
Perrengue= adoentado, convalescente, enfraquecido

Gírias do Sudeste

Bater um rango = matar a fome
Bocada= lugar perigoso, mal frequentado
Buzão= ônibus
Brother= amigo
Chapar o coco= beber todas
Mauricinho= rico, moderninho, da elite
Paga pau= admirar algo ou alguém
Quebrado= sem dinheiro
Queimar o filme= fazer fofoca
Sangue bom=pessoa legal, gente fina
Só o pó = cansado
Treta =confusão, briga
Trocar ideia= conversar
Zueira ou zoação= bagunça, brincadeira

Mas uma coisa que não muda, seja lá qual for a região é sua identidade. E com um Certificado Digital Certisign ela fica mais do que garantida, pois ele oferece toda a segurança e validade jurídica, na hora de assinar contratos e documentos digitalmente.

#sejasemprevocemesmo

Não importa se é pessoa física ou jurídica, seja sempre você mesmo! Se você ainda não possui o seu Certificado Digital clique aqui e seja uma pessoa segura.

Compartilhe

Deixe seu comentário