IRPF 2015: Certificado Digital e Rascunho da RFB podem ajudar o contribuinte

0

Os contribuintes, agora, têm duas opções facilitadoras para o preenchimento da declaração de Imposto de Renda 2015. A primeira delas é o uso do Certificado Digital. O documento eletrônico possibilita ao titular usufruir da declaração de Imposto de Renda pré-preenchida, novidade apresentada pela Receita no IR 2014.

“O Certificado Digital possibilita por meio da garantia do sigilo fiscal que o titular receba todas as informações vinculadas ao seu CPF, que consta na base da Receita. Basta clicar na opção Declaração Pré-Preenchida disponível no site da Receita (e-Cac) e pronto. O contribuinte terá apenas que alterar, se necessário, os dados de despesas e deduções. Isso diminui as possibilidades de erro e de cair eventualmente na malha fina”, explica Julio Cosentino, vice-presidente da Certisign.

A segunda opção é o recente lançamento da Receita Federal, o Rascunho, uma aplicação online para os contribuintes registrarem as operações realizadas durante o ano. O programa está disponível na página do órgão até o dia 28 de fevereiro. Há também a versão em apps para os sistemas operacionais iOS e Android.

Quem optar por usar o Certificado Digital ainda tem outras vantagens, como verificar informações sobre as fontes pagadoras, antes de declarar seu IR; obter a declaração do ano anterior, antes de declarar o Imposto de Renda; regularizar no mesmo dia sua situação com a Receita Federal caso caia na malha fina; eliminar divergências das suas informações declaradas com as fontes pagadoras; acompanhar todo o processo de sua declaração, possibilitando correções em tempo real (sem burocracia); obter cópias das suas declarações; e retificar pagamentos e Imprimir comprovantes.

Vale a pena comprar o Certificado Digital para o IR 2015?

De acordo com Julio, sim, pois o Certificado Digital pode ser utilizado em diversas aplicações, não só para a entrega do IRPF. “O Certificado Digital é um facilitador na rotina de pessoas físicas e jurídicas. São inúmeras as vantagens. Entre elas está a possibilidade de assinar digitalmente documentos eletrônicos. É rápido, prático e dispensa o uso do papel, a necessidade de deslocamentos para o envio do documento e custos com autenticações. Você resolve todo o processo com apenas alguns cliques no meio eletrônico”, finaliza.

 

Relacionadas:

Certificado Digital é obrigatório para entrega do DIPJ 2014

Certificado Digital: muito além do Imposto de Renda

 

Compartilhe

Deixe seu comentário