O que faz um Agente Fiscal?

0

Invejado por muitos, odiado por outros, a verdade é que a vida do agente fiscal não é fácil. Além de precisar vistoriar toda a documentação das empresas, ainda faz parte do seu trabalho multar aquelas que descumprem as leis e instruções normativas, mesmo que saiba que muitas vezes os sistemas do governo deixem a desejar.

Por isso, neste dia 2 de fevereiro, Dia do Agente Fiscal, queremos prestigiar estes profissionais, que estudaram arduamente para serem aprovados em concursos públicos, seja em busca de estabilidade ou melhores salários mas que ainda sim têm uma grande demanda de atividades, até por falta de reposição de profissionais nos órgãos públicos, um problema há tempos conhecido.

No Brasil, os profissionais da área ainda comemoram o Dia do Agente Fiscal da Receita Federal, em 27 de fevereiro. Este agente fiscal trabalha especificamente sob os cuidados da Receita Federal, fiscalizando prováveis tentativas de fraudes ou sonegações fiscais.

Para ser agente fiscal não é preciso ser, de fato, Contador?

Um detalhe causa muitos questionamentos na classe contábil: para ser agente fiscal não é preciso ser, de fato, Contador? O Estado justifica afirmando que para passar nos concursos o candidato precisa conhecer bem as rotinas contábeis e suas aplicações, mas também ter outros conhecimentos que são necessários ao exercício da profissão. Por exemplo: tanto o fisco federal quanto os estaduais e municipais exigem que os candidatos tenham conhecimentos diversos para que a fiscalização seja o mais justa e efetiva possível.

Salários dos Agentes Fiscais

Os salários são bons e podem chegar até R$17.000 (Segundo lovemondays/Dez-2016), por isso a procura por concursos é tão grande, inflando a concorrência nas provas. Diversos cursinhos inclusive se aproveitam disso para lotar os bancos das salas de aula de pessoas em busca de uma “vida melhor”.

Mas nem tudo são flores. A necessidade de atualização constante também se aplica a estes profissionais, assim como as longas horas extras e montanhas de documentos a serem analisados em pouco tempo.

Por isso, os agentes fiscais éticos e profissionais merecem nosso respeito, afinal, trabalho é trabalho. Assim como nós nem sempre concordamos com as ordens que recebemos, eles também não devem estar cem por cento satisfeitos com os métodos de fiscalização aplicados pelo Estado.

Você também pode gostar de:
A importância e o valor do Professor de Ciências Contábeis
Analista tributário: uma carreira mais que promissora
Contador Público: estabilidade, boa remuneração e amor à Pátria.


Compartilhe

Deixe seu comentário