O que precisa para doar sangue?

0

Hoje é o dia mundial do Doador De Sangue, porém, por mais importante que a data seja, trata-se de uma atitude que deve ser praticada o ano todo. Atualmente, apenas 1,8% da população brasileira doa sangue regularmente, índice que está dentro dos padrões recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) mas que o Ministério da Saúde se dedica constantemente em aumentar.

Caso você nunca tenha doado sangue, mas tem a intenção de começar, lembre-se que não basta chegar no primeiro posto de doação e arregaçar as mangas. É preciso observar algumas condições, previamente, para não correr o risco de perder a viagem.

O que precisa para doar sangue?

  • Para doar sangue é necessário ter entre 16 e 65 anos e pesar mais de 50 Kg. Caso você tenha feito uma tatuagem, recomenda-se aguardar entre 6 a 12 meses para certificar-se de que não foi contaminado com nenhum tipo de hepatite e, se você já contraiu alguma DST, é preciso aguardar um ano após a cura. Pessoas que já usaram drogas ilícitas injetáveis não podem doar sangue.
  • Homens podem doar sangue uma vez a cada 2 meses e no máximo 4 vezes por ano. Já as mulheres, uma vez a cada 3 meses, no máximo 3 vezes por ano.
  • No dia da doação, evite ingerir alimentos gordurosos 4 horas antes e, no caso dos fumantes, evite o cigarro por 2 horas após a doação para evitar desmaios. Lembre-se de que é possível pedir licença do trabalho nesse dia, uma vez por ano, sem ter seu salário descontado.
  • Cada doação demora cerca de meia hora. A quantidade de sangue retirada não chega a meio litro e o organismo logo recompõe essa perda. Sentir um pouco de fraqueza e tontura é normal e muitos locais oferecem um lanche para repor as energias.
  • O procedimento é 100% seguro, pois os postos de doação seguem todas as normas nacionais e internacionais de segurança do sangue, aprovadas pelo Ministério da Saúde, pela Associação Americana e do Conselho Europeu de Bancos de Sangue.

E como não poderia deixar de ser, a tecnologia também tem feito sua parte em ajudar e facilitar a coleta de sangue.

banner-campanha-institucional-2

Confira alguns aplicativos de doação de sangue que têm simplificado e ajudado a salvar muitas vidas:

Blooder

Desenvolvido pelos alunos da graduação em Administração e Ciências Econômicas do Insper, o aplicativo tem como objetivo facilitar o processo de doação para o usuário, unificando pedidos de pessoas que precisam de sangue e informações dos bancos de sangue nas regiões de São Paulo e Rio de Janeiro. Basta preencher um breve cadastro e escolher se você deseja fazer um pedido ou se pretende doar. O app é gratuito e está disponível para iOS e Android.

Projeto Hemoliga

Projeto que conta com uma plataforma web em que os hemocentros podem divulgar diariamente o nível de seus estoques por tipo sanguíneo. Com o software, o interessado poderá acompanhar o estoque atual dos hemocentros parceiros, solicitar campanha para doação e visualizar as campanhas em curso, além de outras funções. Disponível para iOS, Android, Windows Phone e web.

Positive Drop

Esse app parte do princípio de que as pessoas são mais propensas a fazer uma doação de sangue quando é alguém próximo que está precisando. Para isso, ele oferece uma maneira simples e ágil de avisar amigos e parentes caso algum deles precise de doadores.

DoaSangue

Permite que as pessoas procurem os hospitais mais próximos de sua localização geográfica atual, simplificando o deslocamento e ganhando tempo. Também disponibiliza informações importantes, como telefone, e-mail e o local dentro do hospital onde a coleta do sangue é realizada.

Com essas informações, doar sangue fica quase tão simples quanto assinar contratos e documentos digitais com o Certificado Digital Certisign.

Não importa se é pessoa física ou jurídica, seja sempre você mesmo! Se você ainda não possui o seu Certificado Digital clique aqui e seja uma pessoa segura.

Compartilhe

Deixe seu comentário