Programa de intercambio para Contadores: vale a pena fazer?

0

Conhecer o mundo, aprender outra língua, interagir com outras culturas e amadurecer são alguns dos benefícios obtidos em um intercâmbio. A vontade de ter uma experiência como essa está presente em grande parte dos profissionais, de várias idades e rendas. Então, por que não fazê-lo? Um segundo idioma é essencial para os Contadores, tanto os que atuam com auditoria quanto os que desejam crescer na carreira, até mesmo trabalhando em multinacionais.

Para quem está estudando, há boas opções de intercâmbio. Há a graduação sanduíche, na qual se faz uma parte do curso aqui e outra em outros países, permitindo que o aluno, ao se graduar, atue tanto em um local quanto no outro. Vale à pena procurar o coordenador do curso para saber se a sua faculdade mantém esse tipo de parceria com alguma instituição de ensino de outro país.

A Faculdade Presbiteriana Mackenzie, por exemplo, oferece aos alunos dos cursos de graduação em Administração, Administração (Gestão de Comércio Exterior), Ciências Contábeis e Ciências Econômicas mais de 200 convênios com universidades estrangeiras para que os estudantes possam ter a experiência de intercâmbio e internacionalização. O mesmo vale para a Universidade de São Paulo – USP e a Pontifícia universidade Católica – PUC e para a Universidade Anhembi Morumbi – UAM.

Banner-clube-do-contador

Para as mulheres, dependendo da idade, além do intercâmbio convencional também é possível ainda ser au pair. Ou seja, ir trabalhar como babá em outro país por um tempo determinado, com remuneração e ainda estudando outro idioma. No entanto, há uma limitação de idade para esta modalidade: apenas menores de 26/27 anos podem participar.

Ainda há aqueles que vão por conta própria. Escolhem a escola/faculdade na qual desejam estudar, o local aonde irão se hospedar, o país no qual desejam viver essa experiência e cidade que mais se adéqua às suas necessidades. Neste caso, uma pós-graduação ou MBA pode ser uma boa opção.

Não desanime

Com o passar do tempo, parece que esse sonho fica cada vez mais distante. Novas responsabilidades como casar, ter filhos, pagar o financiamento do imóvel ou mesmo do carro parecem nos prender ainda mais em terras tupiniquins, especialmente para quem foi afetado financeiramente pela crise.

Por falar em crise, largar o emprego não é uma opção para muitas pessoas e há dificuldades no mercado em encontrar empregadores que compreendam a necessidade desta experiência para o crescimento profissional, a ponto de suspender o contrato pelo período da viagem, mas garantir a sua vaga na volta.

Mas é preciso priorizar. Pensar no quanto essa experiência pode lhe agregar valor profissional, pessoal e conhecimento para a vida inteira. Então se planeje. Guarde dinheiro como puder. Estipule uma meta e se prepare estudando o idioma que pretende aperfeiçoar porque, quanto maior o seu conhecimento antes de embarcar, mais você aproveitará o seu intercâmbio.

Se o seu cliente ainda não tem um Certificado Digital, indique esse produto no Clube do Contador Certisign, além da comissão por indicação, o programa de relacionamento do Clube do Contador Certisign oferece prêmios todos os meses. Cadastre-se já.

 

Compartilhe

Deixe seu comentário