Rock in Rio adere à assinatura digital Certisign

0

O Rock in Rio, surgido na capital fluminense em 1985, tornou-se marca internacional, com edições em Lisboa e Madri e reuniu artistas de peso, como James Taylor e bandas como Queen, Oasis, Iron Maiden e Guns’n’Roses em suas edições. Rodolfo Medina, presidente da Artplan, lembra que somente os contratos para cada edição chegam (e ultrapassam) facilmente à casa das centenas, o que demanda grandes volumes de papel, não fosse o acordo para a Certificação Digital de documentos, assinado com a Certisign.

“Em 2011 tivemos cerca de 500 contratos assinados, fora aditivos, procurações etc. Considerando que, em média, para cada contrato são impressas quatro vias de 25 laudas, assinadas por dois representantes do Rock in Rio, estamos falando de cerca de 4 mil assinaturas e umas 100 mil rubricas que deixaremos de subscrever. Por esse aspecto, é possível observar a economia de tempo e dinheiro que o Portal de Assinaturas nos proporcionará”, argumenta.

Mas os benefícios não param por aí, e resultam também na economia de recursos. “Achamos a solução de contratos eletrônicos bastante adequada para o Rock in Rio pelo prisma da sustentabilidade e pelo caráter prático. Somos um festival por um mundo melhor”, argumenta Medina, lembrando o slogan do evento.

“Do nosso lado bastam os Certificados Digitais para a assinatura dos contratos e termos conexões de internet. O resto é com a Certisign. Não precisamos adaptar nenhum sistema operacional, adquirir tecnologia ou contratar consultoria técnica”, afirma o profissional que reconhece que a ausência de grandes gastos foi um ponto à favor da adoção da tecnologia.

Fonte: Brasil Econômico

Compartilhe

Deixe seu comentário