SPED demanda atenção com gestão de riscos e práticas de compliance

0

A Contabilidade é a alma das empresas, afinal é nela que ficam registrados todos os atos e fatos relacionados a dinheiro e patrimônio. Portanto, se os atos contábeis são corretos, a Contabilidade tende a ser ética e transparente. Caso contrário, a empresa corre sérios riscos de ter de pagar pesadas multas, podendo enfrentar problemas judiciais e, em muitos casos, até mesmo a falência.

Para piorar, toda vez que uma empresa tem a sua marca associada a práticas fiscais ilícitas, tende a passar pela desagradável experiência de dar satisfações à imprensa, à Justiça e à sociedade, vindo, inclusive, a prejudicar sua imagem. Agora, diante do rigor com que as autoridades estão punindo as empresas com desvios de conduta, por conta do Sistema Público de Escrituração Digital – Sped e da Lei Anticorrupção, muitas empresas já estão se preocupando com a gestão de riscos e investindo em práticas de compliance.

De acordo com a advogada Gabriela Meinert Vitniski, do escritório Giovani Duarte Oliveira Advogados Associados, ao contrário do que se pensa, o compliance não é relativo somente às grandes organizações: é uma necessidade crescente no cenário empresarial. “Um plano de compliance norteia a empresa, previne não conformidades legais e demonstra ética aos fornecedores. Além do mais, as empresas que possuem rotinas de compliance podem ter crescimento econômico sem transtornos, já que ele é altamente preventivo no que diz respeito a fraudes, uma vez que existam procedimentos e controle. Com ele, todos os riscos e vulnerabilidade são identificados, podendo a empresa corrigir os desvios antes que estes causem danos”.

Por estar diretamente envolvida com o dinheiro e o patrimônio, a Contabilidade tem papel essencial nesse quesito, pois o contador deve ter muita astúcia e competência para, ao deparar com possível sinal de fraude, desmascará-lo.

A detecção de fraudes não é fácil, até porque as pessoas que esquematizam fraudes normalmente são muito inteligentes e tentam preservar-se de qualquer suspeita, utilizando-se, para tal fim, de vários meios, inclusive as facilidades que a tecnologia permite. Portanto, é necessário ao profissional da Contabilidade ter muito cuidado, possuir profundo conhecimento do negócio e, principalmente, da legislação, para se certificar de que os procedimentos contábeis estão em conformidade com a legislação.

Para o diretor da TaxWeb Compliance Fiscal, Marcelo Simões, a adoção de medidas de compliance fiscal pode auxiliar as empresas de contabilidade e profissionais da área a lidar com as inúmeras e complexas exigências legais. “As constantes mudanças na legislação tributária impactam diretamente as operações das empresas, seus processos, sistemas e informações. Por isso, é fundamental contar com ferramentas tecnológicas para acompanhar e identificar problemas e erros de informações, mantendo tudo em ordem para não produzir nem transmitir informações que atraiam a Fiscalização ou exponham as empresas e seus profissionais aos riscos fiscais”, afirma Simões.

Se você é cliente Certisign, aproveite os benefícios do Clube de Vantagens Certisign. São vários descontos especiais nas principais lojas virtuais.

Se você não é cliente, adquira seu Certificado Digital agora. Além dos benefícios do produto, os descontos no Clube de Vantagens, já compensam o investimento.

Compartilhe

Deixe seu comentário