TI Verde: despapelização e virtualização de documentos fiscais contribuem para sustentabilidade

0

Segundo estudo publicado pelo Instituto Sem Fronteiras (ISF), nos últimos dois anos a adesão das empresas à chamada TI Verde cresceu 500%. Iniciativas como essa para reduzir o impacto ambiental têm sido cada vez mais frequentes e são tomadas pela alta cúpula da empresa e não mais por departamentos isolados.

O conceito de TI Verde abrange não apenas o descarte dos equipamentos eletrônicos, mas também a produção, o gerenciamento e o uso dos recursos de computação. A emissão de notas fiscais eletrônicas, por exemplo, reduz o consumo de papel e de energia, diminuindo o impacto ambiental na emissão de documentos pelas empresas.

O “TI Sustentável” vem se popularizando e ganhando força em todo o mundo, e hoje já chega a ser elemento-chave na estratégia da aquisição de produtos e gerenciamento dos recursos de TI de empresas e governos empenhados em reduzir suas “pegadas ecológicas”. Segundo dados do Ministério da Fazenda, cerca de 656 mil empresas já emitem a Nota Fiscal eletrônica no Brasil e aproximadamente 370 municípios aderiram à Nota Fiscal de Serviços eletrônica.

Fonte: SEGS.com.br

Compartilhe

Deixe seu comentário